« Voltar

10 dicas para andar de bicicleta no frio!

10 dicas para andar de bicicleta no frio!

Com as baixas temperaturas batendo recordes, confira as dicas abaixo e pedale sua bike sem sofrimento

Mesmo nos meses mais gelados do ano, muita gente nem pensa em parar de andar de bicicleta. Se esse for o seu caso, separamos para você algumas dicas que valem ouro! Confira e prepare-se para encarar o melhor do inverno em duas rodas!

1 – Camadas e mais camadas

O primeiro segredo para manter-se aquecido é apostar nas camadas de roupas. Por isso, siga a ordem abaixo para se vestir:

  1. Segunda pele – De manga curta ou longa, é melhor que ela seja específica para prática esportiva, mas mesmo essas de nylon estilo meia-calça já ajudam.
  2. Camiseta de ciclismo – De preferência com ziper grande na frente, já que ele pode ser fundamental para controlar sua temperatura.
  3. Jaqueta ou colete corta-vento – Uma das adições mais importantes para o seu arsenal, ela deve ser específica para uso em bicicletas.
  4. Luvas – Se o frio for intenso, opte por modelos de dedo longo. Existem inclusive modelos aerodinâmicos se você for ciclista de estrada.
  5. Toucas e bandanas – O corpo perde muito calor pela cabeça. Por isso, se estiver com dificuldades em suportar o frio, teste cobrir o couro cabeludo, o pescoço e até as orelhas. 
  6. Botinhas – Muita gente sofre com frio nos pés. Se esse for o seu caso, uma botinha de neoprene pode salvar o seu pedal. 

2 – Quente, mas jamais suado

O suor pode ser seu pior inimigo nos dias mais gelados, principalmente quando a bike ganha velocidade. Por isso, opte por jaquetas corta-vento e em camisas para ciclismo com zíper grande.

Além das aberturas para saída de ar e umidade, as jaquetas de bike costumam ser super compactas, podendo ser guardadas no bolso da camisa. O ziper em ambas também é bem útil nas subidas.

Isso porque, ao pegar trechos de baixa velocidade, como subidas inclinadas, vale a pena abrir o zíper para evitar que o suor se acumule. 

3 – Manguitos e pernitos Vs. Camisa manga longa e calças 

Em muitas ocasiões, o ciclista sai cedo de casa, quando a temperatura e o corpo ainda estão bem gelados. Mas, depois de algumas horas de pedal, o clima pode esquentar. Para esses casos, os manguitos e pernitos podem ser úteis, já que eles podem ser retirados e guardados no bolso da camisa.

Mas, por outro lado, muitos manguitos e pernitos escorregam e, graças ao elástico no meio do braço e também na coxa, algumas pessoas podem sentir um pouco de desconforto – isso não acontece com a camisa manga longa e com a calça para ciclismo.

Neste caso, você deve escolher baseado no que está previsto para o seu pedal.

4 – Protetor solar

Mesmo no frio, é importante proteger a pele contra os raios do sol. Além disso, o tempo frio e seco resseca a pele. Por isso, aposte no protetor solar e em uma reidratação de pele depois do seu pedal.

5 – Abra espaço para mais alimentos

Seu corpo vai gastar mais calorias em um dia frio, simplesmente para manter-se aquecido. Por isso, abra espaço no bolso da camisa para algumas barrinhas ou sachês de gel a mais – eles podem fazer falta uma hora ou outra. 

Para isso, às vezes vale a pena mover as ferramentas e a câmara de ar reserva para uma bolsa de selim, ou mesmo um porta ferramentas em forma de garrafinha de água. 

6 – Aqueça o corpo com calma

Sair de casa acelerando a bicicleta aumenta consideravelmente o risco de lesões, ainda mais com o tempo super frio. Por isso, no inverno, aqueça o corpo com bastante consistência.

Para aquecer, comece devagar e aumente gradativamente o ritmo. Por ao menos 20 minutos, mantenha uma intensidade moderada e não faça muita força até sentir que seu corpo já está aquecido. 

7 – Tenha boas espátulas e uma boa bomba de encher pneus 

Furos de pneu acontecem no calor e no frio. Mas, quando o tempo está gelado, ficar parado enchendo um pneu fica especialmente desagradável. Por isso, aposte em uma boa bomba, mesmo que ela seja grande.

Outro detalhe é que, no frio, as mãos ficam bem mais sensíveis, o que torna o trabalho de tirar o pneu um pouco mais chato, principalmente se ele for duro de sair da roda. Por isso, vale a pena investir em um jogo de espátulas de ótima qualidade. 

8 – Mantenha os joelhos quentes

Algumas pessoas sofrem de dores no joelho quando a temperatura cai. Se esse for seu caso, muitas vezes pedalar de pernito, joelhito ou calça resolve. O segredo é manter a articulação bem quentinha – nessas horas, o aquecimento torna-se ainda mais importante. 

9 – Não esqueça da hidratação 

É fácil esquecer de tomar água quando o tempo está frio. Mas, lembre-se que, por conta do tempo seco, você também vai perder muito líquido nos dias mais gelados. Por isso, lembre-se de continuar tomando água seguindo as recomendações de um especialista

10 – Aproveite!

Se você estiver bem equipado e usar as técnicas corretas, pedalar no inverno pode ser uma verdadeira delícia, até porque, diferente do calor extremo, no inverno a roupa certa vai resolver.

Por isso, use os dias mais gelados do ano para fazer aquela pedalada bucólica, aproveitando o calorzinho do sol para curtir a paisagem e o friozinho da sombra para tomar um chocolate quente, naquela parada estratégica para reabastecer!

Nos vemos nos pedais!