« Voltar

Como calibrar corretamente os pneus da bicicleta de estrada?

Como calibrar corretamente os pneus da bicicleta de estrada?

Aprenda quantas libras colocar nos pneus da sua bike de speed para obter o máximo de conforto e rendimento

Tanto nas trilhas quanto nas estradas, manter a pressão correta nos pneus da sua bicicleta é super importante não só para manter o seu conforto em alta, mas também para melhorar sua segurança e reduzir as chances de sofrer com furos nos pneus.

Por isso, aqui no Blog da Oggi você já aprendeu Como Calibrar Corretamente os Pneus da sua Mountain Bike, e agora chegou a hora de fazer o mesmo com a sua bike de estrada! Por isso, confira as dicas abaixo!

1 – Muita coisa mudou nos últimos anos

Há alguns anos, a imensa maioria das bicicletas de estrada utilizavam finos pneus de 23mm de largura e, normalmente, calibrar o pneu da road significava colocar algo entre 100 e 120 PSI de pressão – tudo para deixar o pneu rígido

Mas, hoje em dia, mesmo os pneus de 25mm de largura já são considerados bem pequenos, e normalmente ficam reservados para quem está focado no desempenho. Nas bikes de uso “civil”, os pneus ficaram bem maiores, normalmente variando entre 28 e 32mm, e muitas vezes um pneu mais largo pode ser mais rápido do que um mais fino. 

Inclusive, mesmo bikes de alto rendimento como a Oggi Cadenza 500 Disc  utilizam pneus de 28mm, criando uma ótima união entre baixo peso, bom rendimento e conforto. 

Com maior volume de ar, as bicicletas ganharam muito mais conforto, controle e estabilidade. Mas, para que isso aconteça, é necessário abandonar as antigas recomendações de pressão, em favor de valores que costumam ser menores.  

2 – A bike rende mais com mais pressão nos pneus?

Em testes de laboratório realizados em superfícies lisas, pneus com mais pressão apresentam menos resistência ao rolamento, significando que o rendimento é maior. Porém, este tipo de teste não reflete a vida real, onde os defeitos na pista e o desgaste do ciclistas fazem muita diferença.

Na estrada, um pneu demasiadamente duro vai quicar no asfalto e, a cada buraco, parte da energia será dissipada jogando a bike para cima, o que efetivamente reduz a eficiência de rodagem da bicicleta – por isso, na vida real, raramente usar pressões super altas é uma vantagem.

Isso para não falar que, depois de algumas horas de pedal, o desconforto de uma bike dura vai minar as energias do ciclista, e isso faz toda a diferença no rendimento. 

3 – Tabela de pressão para pneus de estrada

A tabela abaixo é apenas uma recomendação, mas ela é um excelente ponto de partida para calibrar os pneus da sua bike, desde que ela seja equipada com pneus convencionais, utilizando câmaras de ar.

Com base nesta tabela, varie a pressão de 5 em 5 graus para cima ou para baixo, até encontrar o valor que mais agrada, seguindo sempre as recomendações abaixo. 

4 – Siga a recomendação do fabricante do seu pneu

Muitos fabricantes de pneus de bicicleta possuem tabelas, por isso, vale a pena dar uma procurada no site da marca do seu pneu, para ver se ele possui alguma recomendação. 

Além disso, é super importante seguir as indicações de pressão mínima e máxima descritas na lateral do pneu – jamais ultrapasse esses valores, já que isso pode colocar sua segurança em risco!

5 – Ciclistas pesados devem usar pneus maiores

Como você reparou na tabela acima, quanto maior o peso do ciclista, mais pressão é preciso colocar nos pneus, e isso acaba gerando alguns problemas para quem quer usar pneus mais finos.

Em primeiro lugar, existe o risco da pressão ultrapassar a recomendação do fabricante do pneu, ou mesmo a do aro. Além disso, a bike vai acabar ficando dura e, para piorar, se você sofrer um furo na estrada, dificilmente vai conseguir colocar muita pressão usando uma bomba de mão – tente colocar 120 PSI com uma bombinha e você vai entender isso. 

Por isso, se você pesar um pouco mais, vale a pena procurar um pneu um pouco mais largo para sua bike, de preferência com 25mm de largura ou mais.  

Lembre-se que, para isso, sua bike deve possuir aros compatíveis com o pneu, e também é importante se certificar que ele não vai bater na pinça de freio – mais uma vantagem das estradeiras com freios a disco.   

6 – Testes na estrada

Testar a pressão dos pneus da road na estrada é bem mais simples do que avaliar a melhor pressão para pneus de MTB. Na estrada, via de regra, quanto mais esburacado for o asfalto, melhor vão funcionar as pressões mais baixas, já que o pneu vai absorver melhor os buracos.

Porém, com menos pressão, o risco dos furos do tipo “mordida de cobra”, que acontecem quando a câmara fica prensada entre o aro e um buraco, aumenta bastante, principalmente se você usa pneus mais finos e, acima de tudo, com câmara de ar.

Por isso, se você roda em locais com asfalto mas esburacado, comece com uma pressão mais alta e vá baixando de pouco em pouco, até perceber que o pneu está deformando demais ao passar em buracos maiores – infelizmente, isso pode ser acompanhado de um furo, e é por isso que a câmara de ar faz parte dos equipamentos que você deve levar em todas as pedaladas.  

7 – Um pouco menos na frente

O pneu dianteiro recebe menos peso do que o traseiro, e por isso ele pode rodar com uma pressão um pouco menor, o que até ajuda bastante no conforto. Por isso, quando for calibrar os pneus da sua bike, coloque entre 5 e 10 PSI a menos no dianteiro – desde que isso não seja menos do que a pressão mínima recomendada. 

Aproveite a evolução da tecnologia

Antigamente, o ciclismo de estrada era um esporte infinitamente menos acessível, começando pela geometria super agressiva das bikes, passando pelas relações com marchas super pesadas e terminando nos pneus super finos, duros e desconfortáveis. 

Mas, atualmente, seja a bike um modelo mais de entrada como a Velloce Disc 2022 com seus pneus de 32mm, ou uma bike de altíssimo rendimento como a Cadenza 700 Di2 que usa pneus de 28mm, a tecnologia evoluiu para oferecer mais conforto, segurança e uma rodagem mais rápida na “vida real”.

Por isso, aproveite a evolução da tecnologia, calibre corretamente os pneus da sua “speed” e venha curtir a estrada com sua Oggi!

Nos vemos nos pedais!