« Voltar

Como deixar a durabilidade da bike em alta?

Como deixar a durabilidade da bike em alta?

Cuidar bem da sua bicicleta é mais fácil do que parece, e pode ajudar você a economizar um bom dinheiro

Cuidar bem da sua bicicleta é, com certeza, a melhor maneira de aumentar a vida útil de todos os seus componentes. Aqui no Blog da Oggi, já falamos algumas vezes sobre isso, mas sempre em artigos separados – agora, além de repassar algumas dessas dicas, vamos ensinar para você mais algumas técnicas para manter sua magrela nova, por muito mais tempo. 

1 – Mantenha sempre a bicicleta limpa e lubrificada

Essa é a dica número 1 para quem não quer ver a bicicleta se desgastando antes da hora. Lembre-se que a sujeira tem o péssimo costume de juntar-se com água, lubrificantes e outros produtos para criar uma pasta esfoliante que destrói tudo, principalmente os freios e a transmissão. Por isso, aprenda Como Lavar e Lubrificar sua bicicleta corretamente. 

2 – Depois do pedal, limpe a suspensão

Ao terminar uma trilha, principalmente se você pegou água ou poeira, é importante passar um pano limpo nas hastes da suspensão da bicicleta antes mesmo de colocar a bike no carro. 

Ao fazer isso, lembre-se de mover o pano sempre no sentido “de dentro pra fora”, para não empurrar sujeira em direção aos selamentos do garfo ou do shock – o mesmo vale para canotes retráteis.

Lembre-se que, por serem componentes complexos e delicados, é realmente muito importante manter as revisões das suspensões em dia. Até porque, negligenciar isso pode trazer danos irreparáveis ao componente com certa facilidade. 

3 – Verifique sempre o desgaste da corrente

Outra dica super importante é sempre ficar de olho no desgaste da corrente da bicicleta. Com isso, você evita que uma corrente velha estrague os outros componentes da transmissão, principalmente as coroas e o cassete, que sempre custam mais caro. 

4 – Troque de marcha com suavidade 

Quando for trocar as marchas da bike, é importante aliviar um pouco a força nos pedais, até que a corrente encaixe-se corretamente. Além disso, nunca é legal trocar várias marchas de uma vez, já que isso pode danificar algum componente. 

5 – Mantenha os pneus calibrados

Além de prejudicar a dirigibilidade e o conforto da bicicleta, pneus mal calibrados ainda podem sofrer com mais furos e desgaste, principalmente se eles estiverem vazios demais. Por isso, confira este artigo sobre Como Calibrar Corretamente os pneus da sua mountain bike

6 – Não trave os freios

Travar a roda traseira da bicicleta é prejudicial para a trilha e também para a durabilidade do pneu, principalmente se você estiver no asfalto ou na terra batida. Por isso, tente sempre parar a bicicleta sem bloquear as rodas. 

7 – Respeite o uso indicado da bicicleta

Apesar de serem resistentes, cada bicicleta tem um uso indicado, e isso deve ser respeitado. Ao usar uma MTB no asfalto, você não vai estragar o quadro, mas provavelmente os pneus vão acabar bem rápido. Ao mesmo tempo, os aros e pneus de uma bike de estrada não costumam gostar de andar na terra, e a aderência também será bem ruim. 

Por isso, é importante entender a modalidade para qual a bike foi criada para atender, e tentar respeitar isso o máximo possível.

8 – Mantenha a manutenção em dia

Revisões de cubos e outras partes móveis como a suspensão devem ter seus períodos respeitados. Além disso, porcas e parafusos devem ter seus apertos sempre conferidos. Confira neste artigo outras dicas de manutenção para sua bicicleta

Lembre-se que, ao pedalar na chuva ou em outras condições mais extremas, o período de manutenção de todos os componentes deve ser encurtado. Além disso, se mergulhar a bike na água, é preciso desmontar tudo e re-lubrificar o quanto antes. 

9 – Não deixe a bike parada por longos períodos

Alguns componentes de borracha como selamentos e pneus podem ficar ressecados e quebradiços ao ficarem parados por longos períodos. Por isso, assim como qualquer outro equipamento mecânico, é bom movimentar a bicicleta de tempos em tempos.

Mas, se tiver que mantê-la parada por algum motivo, siga essas dicas para armazenar sua bicicleta por longos períodos da melhor forma possível.

10 – Use apenas produtos indicados para bicicletas

Na bike, evite usar produtos de limpeza e lubrificação que não sejam indicados para bicicletas. Lembre-se que solventes fortes podem danificar peças de plástico, borracha e fibra de carbono, e que até mesmo o detergente pode danificar componentes de alumínio.

Além disso, lubrificantes inadequados podem não funcionar corretamente, acumular muita sujeira ou mais sair facilmente com água, deixando sua bike desprotegida. Por isso, sempre use produtos específicos para bicicletas.

11 – Use marchas leves

Ao pedalar com marchas pesadas, você aumenta a tensão em todos os componentes da transmissão, o que por sua vez aumenta o desgaste. Por isso, aposte no giro leve e rápido para aumentar a longevidade da corrente, das coroas e do cassete.

12 – Atenção no desgaste do freio

Fique sempre atento ao desgaste das pastilhas do freio a disco, ou das sapatas dos freios de aro. Quando elas acabam, a base de metal fica exposta, e isso rapidamente vai danificar o disco ou o aro – o prejuízo é grande e certeiro. 

13 – Evite a chuva

Quando falamos em durabilidade, a chuva e a lama são duas enormes adversárias de qualquer bicicleta. Quando andamos no molhado, o desgaste de componentes como a relação e os freios é bastante acelerado.

Além disso, a água tira a lubrificação e consegue encontrar uma forma de entrar até no mais bem selado componente. Por isso, se estiver chovendo, vale a pena ficar em casa e aproveitar o tempo extra para dar um trato na manutenção da bike.

Assim, você e ela ficam prontos para a próxima!