« Voltar

Como comprar sua primeira bicicleta?

Como comprar sua primeira bicicleta?

 

Entenda as diferenças entre as modalidades do ciclismo e entre no mundo das bicicletas com o pedal direito

Antigamente, comprar uma bicicleta era uma tarefa muito mais simples. Afinal, bastava ir em uma loja, escolher entre os (poucos) modelos disponíveis e sair pedalando. Porém, com o passar do tempo, o mundo das bicicletas cresceu e se multiplicou, com centenas opções e modalidades diferentes – bom para o consumidor, mas um pouco mais complexo na hora de escolher o modelo correto.

Com o guia abaixo, passaremos para você algumas dicas e exemplos para que suas primeiras pedaladas sejam muito mais divertidas.


1 – Calcule seu orçamento

O primeiro passo para comprar uma bicicleta é saber quanto você pode gastar. Porém, lembre-se que, além de comprar a bike, você vai precisar de alguns outros equipamentos fundamentais. São eles:


Itens obrigatórios

-Capacete
-Óculos de proteção
-Luvas de ciclismo


Itens muito recomendados 

-Bomba de encher pneu
-Câmara de ar reserva
-Espátulas de pneu


Itens recomendados

-Canivete de ferramentas de bike
-Bomba de ar grande em casa
-Ciclocomputador
-Considere um bike fit*
-Roupa de ciclismo
*O ajuste postural não é obrigatório, mas ele é muito importante, principalmente se você deseja fazer pedaladas mais longas, ou com mais desempenho.


2 – Defina o uso da bike

Existem dezenas ou talvez centenas de categorias de bicicleta. Abaixo, listamos as principais e que são de maior interesse para quem está começando.

Urbanas – Indicadas para transporte nas cidades, as urbanas podem ter projetos bem variados. Algumas delas focam mais na velocidade no deslocamento, enquanto outras focam mais no conforto.

 

Para identificar, preste atenção na posição de pedalada e no guidão – normalmente um guidão elevado indica uma bike mais confortável.

Via de regra, uma boa bike urbana possui pneus robustos, furações de para-lamas e para alforges, que são aquelas maletas que vão penduradas na bike. Eles são bem interessantes para quem não quer ficar com as costas suadas usando uma mochila.

Mountain Bikes – Criadas para o uso fora de estrada, as  bikes de MTB são mais robustas, tendo pneus mais largos e com cravos para andar na terra. No mínimo, elas devem ter suspensão dianteira, mas muitas possuem amortecimento na traseira também.

 

Atualmente, a imensa maioria das bikes desta categoria vem equipadas com freios a disco – ao menos quando falamos de modelos mais atualizados e modernos, já que o freio a disco oferece muitas vantagens sobre os mais tradicionais.

Apesar de terem sido feitas para andar na terra,  elas funcionam relativamente bem como meio de transporte. Porém, elas simplesmente não são as ferramentas certas para o trabalho – o arrasto e o desgaste acelerado dos pneus no asfalto são um ponto negativo.

Bikes de estrada – Desenvolvidas para rodar no asfalto, as bikes de estrada são mais leves, têm pneus mais estreitos e guidões normalmente curvos, que permitem várias posições de pegada.

Elas funcionam relativamente bem como meio de transporte, principalmente em ruas e avenidas mais lisas, mas os pneus finos oferecem menos segurança e controle, além de serem mais suscetíveis aos furos.

O “habitat natural” de uma road bike são as estradas, já que elas gostam de andar em velocidades elevadas, de preferência dentro de um pelotão – um grupo formado por vários ciclistas.

 

3 – Acerte o tamanho da bicicleta

Usar a bike do tamanho errado é como usar um calçado muito grande ou pequeno: a receita ideal para ter dores e desconfortos. Para acertar na medida da bike, a melhor opção é comprar com a ajuda de um profissional de bike fit, que tem treinamento especializado para ajustar a bike corretamente para o corpo do ciclista.

 

Caso você não tenha acesso a esse tipo de profissional, as tabelas de tamanho podem ajudar bastante. Além disso, se você for mulher, confira os modelos femininos desenvolvidos para unir conforto e desempenho em pedais pela cidade, nos passeios de fim de semana e em trilhas leves.

 

4 – Escolha uma boa bike, mesmo que ela custe um pouco mais

Atualmente, a Oggi é a marca com a melhor relação custo-benefício do mercado. Porém, em uma busca pela internet, talvez você encontre bicicletas mais baratas. Muitas vezes, isso indica pegadinhas que, a médio prazo, fazem você gastar mais.

Por isso, ao comprar uma bike, vale a pena investir um pouco mais, mas ter certeza de que ela vai funcionar corretamente por muitos quilômetros.

 

5 – Pense no que você quer fazer com a bike a longo prazo

Se você quer comprar uma bicicleta para fazer pedaladas mais longas, com mais foco em treinamento e desempenho, muitas vezes vale a pena investir em um modelo um pouco mais avançado, que possa suprir suas necessidades a longo prazo.

Lembre-se que fazer melhorias na bike, apesar de ser muito divertido, sempre acaba custando mais caro. Por isso, se você tem aquele grande desejo de encarar grandes desafios com a bicicleta, compre um modelo capaz de fazer isso, mesmo que essa jornada comece com algumas pedaladas no parque.

 

6 – Bicicletas elétricas

A bike elétrica pode ser uma excelente opção para quem está começando a pedalar, principalmente se você deseja utilizar a magrela como meio de transporte. Com elétricas como a Oggi Flex 700, você chega em seus compromissos mais rápido e com muito menos suor.

 

Nas trilhas, as vantagens de bikes como a Oggi Big Wheel 8.3 são as mesmas, mas com um diferencial muito importante: com a elétrica, você pode pedalar com ciclistas mais experientes, participando de passeios que você não conseguiria fazer com uma bike convencional.

Pode até parecer contra-intuitivo, mas um iniciante de elétrica acaba até fazendo mais atividades físicas, já que ela reduz o desgaste excessivo, permitindo que você pedale por mais horas, com muito mais frequência.

 

7 – Onde comprar uma bicicleta?

Você pode encontrar uma revenda autorizada mais próxima acessando o Onde Comprar no site da OGGI Bikes. Um vendedor experiente pode ajudar você a escolher o modelo mais adequado, e muitas lojas possuem oficinas de bike fit, o que pode ser outro ponto positivo.

Outro detalhe que faz diferença é que muitas lojas possuem grupos de pedal: uma ótima opção para quem está começando e não quer andar sozinho.

 

8 – Seguro e garantia

Uma grande fabricante como a Oggi oferece inúmeras vantagens para quem está comprando uma bike. Afinal, com uma estrutura mais robusta e alta qualidade de desenvolvimento, a Oggi é capaz de oferecer uma ótima política de garantia.

Além disso, a Oggi ainda oferece um seguro gratuito contra roubos e furtos para diversos modelos, o que com certeza é uma das maiores tranquilidades para quem está começando a pedalar. Com o seguro da Oggi, você foca somente no esporte e na diversão – afinal, é isso o que importa na bike!

 

Conclusão

Sua nova bike pode ser uma grande companheira, capaz de levar você por ruas, estradas e trilhas. Porém, para aproveitar melhor sua nova vida sobre duas rodas, lembre-se que a bike precisa ser bem desenvolvida, e montada por quem entende do assunto.

 

Por isso, quando for comprar sua primeira bicicleta, confira a linha da Oggi e aproveite a melhor sua nova vida sobre duas rodas!