« Voltar

Dicas para fazer seus primeiros pedais longos

Data do post: 11 maio, 2022

Chegou a hora de encarar uma pedalada de várias horas? Então confira as dicas abaixo!

Você já pedala há algum tempo mas, até hoje, nunca encarou uma pedalada realmente longa, dessas que duram várias horas e exigem bastante do ciclista não só fisicamente, mas também da parte mental e até mesmo da organização do equipamento. 

Mas, se você acha que chegou a hora de testar os seus limites, confira as dicas abaixo e encare seus primeiros “longos” com mais tranquilidade e menos sofrimento.

1 – Vá acompanhado

Essa dica é fundamental para qualquer pedalada, principalmente por conta da segurança, mas em tempos de pandemia, ela acabou sendo meio deixada de lado. Por isso, não custa reforçar: Em seus pedais longos, é muito bom contar com ao menos uma companhia, e existem vários motivos para isso. 

Ter alguém ao seu lado ajuda a encarar momentos mais complicados e, com certeza, uma boa prosa ajuda a passar o tempo e manter o tédio longe. Além disso, duas cabeças pensam melhor do que uma, e você tem mais recursos como alimentos, ferramentas e sobressalentes como câmaras reserva e remendos. 

Uma ótima dica é tentar ir acompanhado de alguém mais experiente do que você na bike, já que essa pessoa pode te ajudar mais em caso de dificuldades ou problemas mecânicos – mesmo assim, é fundamental ser auto-suficiente e carregar os itens essenciais para qualquer pedalada

2 – Alimentação e hidratação são fundamentais

É extremamente importante manter o corpo bem alimentado e hidratado, especialmente em pedaladas mais longas. Caso contrário, você corre o risco de “quebrar” por falta de glicogênio e, quando isso acontece, é realmente muito difícil continuar pedalando.

OGGI

Para manter a energia em alta, é importante comer corretamente antes de pedalar e, durante o pedal, ingerir alguma fonte de alimento a cada meia hora de atividade – pode ser gel, barrinhas, bananinhas ou similares, mas o melhor mesmo é falar com um nutricionista. 

Por isso, confira o que comer antes, durante e depois de uma pedalada e lembre-se de ingerir cerca de meio litro de líquidos a cada hora de atividade, especialmente nos dias quentes. 

3 – Não esqueça do conforto

Se você nunca fez um bike fit, talvez agora seja um ótimo momento para fazer um. Se não for o caso, confira nossas dicas de como pedalar sem sentir dores, e também como fazer um ajuste básico no selim da bicicleta. Isso vai ajudar bastante a evitar dores e lesões.

OGGI

Outra boa dica é investir em um uniforme para ciclismo, já que a bermuda com forro ajuda a evitar as dores causadas pelo selim, e a camiseta é ótima para manter o controle térmico e também para carregar itens como alimentos, dinheiro, documentos e ferramentas.

Mas, seja como for, jamais faça a estréia de nenhum destes itens durante uma pedalada longa. Acredite, é bem ruim descobrir que a bermuda de ciclismo tem uma costura que te incomoda no meio de um pedal de várias horas. 

Outro item que faz uma diferença grande é a bike: modelos com suspensão integral costumam oferecer mais conforto para quem vai passar muito tempo no selim, especialmente se o terreno for mais esburacado. 

4 – Vá com calma

Pedalar 20Km na ciclovia da cidade é bem diferente de pedalar 20Km em uma trilha ou estrada com subidas, por isso sempre calcule a quilometragem do seu pedal para baixo. Lembre-se que evoluir de forma gradativa permite que seu corpo se adapte, o que ajuda a evitar dores e lesões.

Além disso, durante o pedal, vá com calma e evite “entrar no vermelho”, seja nas subidas mais inclinadas ou em disputas com outros ciclistas. 

A energia gasta no pedal só é recuperada plenamente depois que ele acaba e você descansa, por isso o segredo para ir mais longe é manter o ritmo sempre controlado. 

5 – Fortaleça o corpo

A partir de um certo ponto, é preciso investir em outras atividades como o funcional ou a musculação para encarar pedais mais longos sem sentir dores ou incômodos, especialmente nas costas – confira as vantagens da musculação para ciclistas

Além disso, andar de bicicleta não é a atividade mais equilibrada do mundo, e muitas vezes, quem pedala demais acaba sofrendo com problemas de postura, de alongamento e desequilíbrio muscular, principalmente nas pernas.

Por isso, lembre-se que existem outras atividades que devem acompanhar o ciclista, principalmente se os pedais mais longos e desafiadores forem entrar de forma permanente em seu cardápio.

 

6 – Saia cedo

Não tem muito como escapar: quem faz longão normalmente precisa madrugar, até para não ficar sem luz no meio do caminho e para evitar começar a pedalar já com o sol a pino. Por isso, coloque o despertador para tocar e prepare-se para levantar junto com o galo.

 

Últimos posts